Ashley Madison perde banco de dados para hackers


Ashley Madison perde banco de dados para hackers

O site de encontros extraconjugais Ashley Madison foi invadido por hackers, que roubaram todo o banco de dados do serviço, cerca de 37 milhões de usuários.

O pesquisador especializado em segurança da informação Brian Krebs divulgou a notícia da invasão na noite do domingo (19), e o ataque foi posteriormente confirmado por Noel Biderman, CEO da Avid Life Media, dona da Ashley Madison e de dois outros sites de encontros, o Cougar Life e o Established Men.

"Não negamos que isso aconteceu", afirmou Biderman, descrevendo a invasão como um ataque criminal. Um grupo hacker chamado The Impact Team assumiu a responsabilidade pela invasão.

Os invasores ameaçam divulgar "todos os dados dos clientes, incluindo perfis com todas as fantasias sexuais secretas, transações com cartão de crédito, nomes e endereços reais, além de documentos e e-mails dos empregados", a não ser que o Ashley Madison e o Established Man sejam tirados do ar. As outras páginas do grupo podem ficar on-line, segundo os hackers.