Concedida liberdade condicional para o espião Jonathan Pollard


Concedida liberdade condicional para o espião Jonathan Pollard

O espião condenado Jonathan Pollard teve a liberdade concedida e será libertado de uma prisão americana em 21 de novembro.

O antigo espião norte-americano Jonathan Pollard foi condenado a prisão perpétua por crime de espionagem contra os EUA a favor de Israel.

Mas a libertação deste homem, cuja prisão foi sempre um espinho na relação entre os norte-americanos e israelitas, é estranha: porquê agora? A libertação de Pollard é uma exigência de Tel Aviv há anos.

A libertação de Pollard - exatamente 30 anos após sua prisão - poderia ajudar a aliviar as tensões entre os Estados Unidos e Israel, que têm crescido após o acordo nuclear do Irã, que o presidente Barack Obama apoia e o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu se opõe com veemência.

"O Sr. Pollard está ansioso para reencontrar sua amada esposa Esther", disseram os advogados em um comunicado.