Governo sírio acusa Turquia de apoiar o terrorismo


Governo sírio acusa Turquia de apoiar o terrorismo

O governo sírio acusou a Turquia de apoiar o terrorismo e criticou o país por se autodeclarar vítima de terroristas, segundo a agência de notícias da síria Sana

O Ministério das Relações Exteriores sírio enviou hoje duas cartas à Secretaria-Geral e ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, nas quais afirma que a Turquia tem conspirado contra a Síria ao longo dos últimos quatro anos de guerra civil.

Segundo o governo de Damasco, a Turquia deu proteção a terroristas, oriundos de mais de 100 países, que entraram na Síria através da nação vizinha para se juntarem a grupos extremistas como o grupo Estado Islâmico (EI) e a Frente Al Nusra, ramo da Al Qaeda.

As autoridades sírias deram como exemplo as vendas feitas pelo EI à Turquia, e que incluem petróleo, cereais, algodão e peças arqueológicas roubadas ao país, e que Damasco assegura ser do conhecimento de Ancara.

E acrescentam que a Turquia treinou terroristas da Frente Al Nusra e outros grupos próximos da organização terrorista Al Qaeda, que atuam sob o nome “Exército de Al Fatah”, além de ter fornecido munição de artilharia, quando entrou na província de Idleb, no Norte da Síria.