Spectre: James Bond vai voltar, mas que estúdio vai misturar seu martini?


Spectre: James Bond vai voltar, mas que estúdio vai misturar seu martini

James de Bond retorna à tela grande em novembro, em Spectre, com Daniel Craig mais uma vez a pegar sua arma, um martini - A Serviço Secreto de Sua Majestade.

Se o filme segue o padrão dos últimos três lançamentos Bond - Skyfall, Quantum of Solace e Casino Royale, que geraram mais de 2 bilhões de dólares em bilheteria em todo o mundo - Spectre deve ser um grande sucesso. O que acontece quando o filme for lançado, no entanto, poderia deixar a Sony Pictures, o estúdio que distribuiu os últimos três filmes, abalada, se não um pouco agitada.

Spectre é o último filme em um acordo entre a Sony e MGM com EON, as empresas que controlam os direitos sobre a ligação franquia. Os três têm desfrutado de uma relação frutífera desde o "reboot" de Bond em 2006, quando o Sr. Craig assumiu o papel título. Mas Hollywood está zumbindo com conversas que a MGM e EON estão se preparando para levar Bond para um novo estúdio.

Spectre: James Bond vai voltar, mas que estúdio vai misturar seu martini?

Tom Rothman, presidente do grupo de imagem da Sony Pictures, disse isso em uma entrevista recente com a Variety. "A realidade é que a Sony teve uma corrida fantástica com os Bonds", disse o jornal especializado em Hollywood. "Claro que vamos competir pelos [direitos], mas vamos ser honestos, então está todo mundo no negócio."

MGM não quis comentar sobre seus planos, mas o possível fim do contrato de distribuição de Bond chega em um momento difícil para a Sony Pictures. O estúdio, só recentemente se recuperou de um ataque cibernético devastador ano passado. Desde então, ela reestruturou suas operações de cinema e instalou o Sr. Rothman como seu executivo superior, sucedendo Amy Pascal, que não concordava com um novo contrato.

RECOMENDADO: