Canadá investiga suicídios de dois usuários do Ashley Madison


Canadá investiga suicídios de dois usuários do Ashley Madison

A polícia da cidade de Toronto, no Canadá, informou ter iniciado uma investigação sobre o vazamento de dados de clientes do site de traição canadense Ashley Madison.

Entre as consequências da exposição, como extorsões de usuários e até a disseminação de vírus de computador, a polícia listou ainda as mortes de duas pessoas que teriam se suicidado após terem suas informações no Ashley Madison serem expostas na internet por um grupo de hackers.

Na semana passada, um grupo de hackers chamado Impact Team publicou um pacote de dados com 9,7 GB com informações pessoais, como endereço de e-mail, nome e número do cartão de crédito.

Os suicídios ainda não foram confirmados, mas essa é a hipótese trabalhada pela polícia, afirmou o superintendente Bryce Evans. Ele citou golpes online que já têm como base as informações vazadas.