A CIA celebrou a criação do Escritório de Serviços Estratégicos


A CIA celebra a criação do Escritório de Serviços Estratégicos

A CIA a poucos dias celebrou o Escritório de Serviços Estratégicos. É considerada a precursora da Central Americana de Inteligência, ou CIA.

O Office of Strategic Services (ou OSS), em português Agência de Serviços Estratégicos, mais conhecida por seu nome original em inglês, foi o serviço de inteligência dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial. É considerada a precursora da Central Americana de Inteligência, ou CIA.

Antes da Segunda Guerra Mundial, o governo dos EUA deixou o negócio da recolha e difusão de inteligência para especialistas em política externa americana e elementos das forças armadas. A entrada na guerra da América na sequência da falha de inteligência de Pearl Harbor levou à criação do Gabinete de Serviços Estratégicos (OSS) em 13 de junho de 1942.

De OSS a CIA

Um mês e meio depois de ganhar a guerra, por volta de 20 de setembro de 1945, a OSS foi dissolvida pelo presidente Harry S. Truman. Assim, durante o mês seguinte, as funções da OSS foram desempenhadas pelos departamentos de Estado e guerra. O Departamento de Estado se ocupou da seção Investigação e Análise, que foi renomeada para Serviço Interno de Investigação e Inteligência (Interim and Research and intelligence Service, IRIS) dirigido por Alfred McCormack. O Departamento de Guerra assumiu as seções de inteligência secreta (Secret Inteligence, SI) e X-2, para o qual se criou uma agência especial, a Unidade de Serviços Estratégicos (Strategic Services Unit, SSU). O Secretário de Guerra nomeou o Brigadeiro-General John Magruder como supervisor da dissolução da OSS, para preservar o caracter secreto de suas ações.

Já em janeiro de 1946, o presidente Truman criou o Central Inteligence Group (CIG) (em português, Grupo Central de Inteligência), que é o precursor direto da CIA. As atividades e funções da SSU foram transferidas para a CIG, que os renomeou como Office of Special Operations (OSO). Em 1947, um ato nacional de segurança estabeleceu a primeira agência de inteligência em tempos de paz, a CIA, que assumiu todas as funções da antiga OSS.

O presidente Franklin D. Roosevelt nomeou William J. Donovan, um oficial da Primeira Guerra Mundial altamente condecorado, como Diretor do OSS. Donovan organizou o OSS para refletir sua visão de um centro nacional de inteligência, que combina de forma única pesquisa e análise, operações secretas, contra-inteligência, espionagem e missões desenvolvimento núcleos técnicos da Agência Central de Inteligência de hoje.