Um ano sem novos casos de poliomielite na África


Um ano sem novos casos de poliomielite na África

Ainda assim, eles enfrentam desafios como as ações do Al-Shabaab e Boko Haram impedindo a chegada de vacinas para todas as crianças.

Mas como você pode ler no ano da África livre da pólio e o gigantesco passo no sentido da erradicação. Desde em 11 de agosto de 2014 não foram identificados novos casos de pólio.
A poliomielite é uma doença altamente contagiosa que afeta principalmente crianças. O vírus propaga-se, principalmente, de pessoa para pessoa pelo fecal-oral ou, menos comum, através de um vinculo comum, tais como água ou alimentos contaminados, e multiplica-se no intestino, de onde invade o sistema nervoso e pode causar paralisia. Os sintomas iniciais são febre, fadiga, dores de cabeça, vômitos, rigidez na nuca e dor nos membros. Em uma pequena proporção dos casos, a doença causa paralisia, muitas vezes permanentes. A pólio não tem cura, mas pode ser prevenida através da imunização.
Nigéria ainda acumulou em 2012 mais da metade de todos os novos casos de poliomielite no mundo, mas o número de casos diminuiu 92 por cento entre 2013 e 2014; Somália, entretanto, aumentou de 194 casos em 2013 para apenas cinco em 2014, e todos em Puntland.

Eles têm que passar três anos sem novos casos da doença para a Organização Mundial da Saúde declarar erradicada na área, por isso é muito cedo para declarar vitória, mas um passo foi dada na direção certa.