“Dieselgate” o grande escândalo da Volkswagen


“Dieselgate” o grande escândalo da Volkswagen

Onze milhões de veículos da Volkswagen (VW) foram dotados de um software que alterou dados sobre o teor das suas emissões poluentes, provocando o escândalo “Dieselgate”.

Além da demissão do presidente do Grupo VW — Martin Winterkorn, que já anteriormente se tinha envolvido em ‘guerras’ com o líder histórico da VW, Ferdinand Piëch —, do efeito negativo na imagem do grupo e das perdas bolsistas imediatas, este “Dieselgate” promete ‘varrer’ a gestão do maior conglomerado industrial alemão.

O escândalo das emissões poluentes acima do permitido rebentou no momento em que a Volkswagen se posicionava no mercado norte-americano para a venda em grande escala de vários modelos a diesel. Agora o sonho acabou e a empresa pode ter chegado ao fim ... é o fim!

Diretor-geral da Porsche é o novo presidente da Volkswagen - Globo.com
Matthias Müller é o novo chefão da Volkswagen - Zero Hora

O efeito do escândalo “Dieselgate” na reputação das marcas do Grupo Volkswagen ainda é imprevisível, sendo certo que o desempenho dos veículos em circulação não é alterado por causa deste problema.

RECOMENDADO: