Fundador do PT apresentará pedido de impeachment de Dilma


Fundador do PT apresentará pedido de impeachment de Dilma

Fundador do PT, Hélio Bicudo, 93 anos, apresentará nesta terça-feira (1.º) à Câmara dos Deputados pedido de impeachment contra Dilma Rousseff (PT).

O documento será endereçado ao presidente da Casa Legislativa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e deve ser protocolado no início desta tarde pela filha do jurista, Maria Lúcia Bicudo, e pela advogada Janaina Paschoal, que também subscreve o pedido.

Por conta de sua idade e de seu estado de saúde, o advogado não participará da entrega do documento. Em 2010, ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e permaneceu internado na capital paulista.

Dilma mandou Levy anunciar o déficit ao lado de Barbosa - Estadão‎

Na carta, o fundador do PT deve argumentar que a presidente cometeu crime de responsabilidade e elencará entre outros motivos para o seu afastamento -as chamadas “pedaladas fiscais”, manobras do governo federal para adiar pagamentos e usar bancos públicos para cobrir as dívidas.
“É uma decisão tanto do meu pai como da Janaina Paschoal ingressar com um pedido, que apresenta argumentos e é bem embasado”, disse à reportagem a filha do advogado.
O documento também citará a Operação Lava Jato, a compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras e o pedido do vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, à Procuradoria-Geral da República para que apure eventuais crimes que possam motivar uma ação penal pública.

No PT, o advogado foi deputado federal (1991-1994) e vice-prefeito de São Paulo no mandato da atual senadora Marta Suplicy (sem partido-SP).

Em 2005, ele deixou o partido, no auge da crise do mensalão, e, em 2010, declarou apoio à candidatura da então senadora Marina Silva à sucessão presidencial.

RECOMENDADO: