Forças de segurança egípcia matam 12 pessoas "por engano"


Forças de segurança egípcia matam 12 pessoas "por engano"

O incidente ocorreu quando a polícia e Exército do Egito alvejaram os carros durante uma perseguição a “jihadistas” na região oeste do país.

As forças de segurança egípcias mataram "por engano", pelo menos, 12 turistas de nacionalidade mexicana e egípcia e feriram outras dez pessoas, aos confundirem os veículos em que viajavam com os de terroristas, informou hoje o Ministério do Interior.

O incidente ocorreu no domingo, quando a polícia e Exército alvejaram os carros durante uma perseguição a “jihadistas” na região oeste do país.


Em comunicado emitido pouco depois da meia-noite, o Ministério do Interior do Egipto sustenta que uma patrulha conjunta da polícia e do Exército estava a perseguir "elementos terroristas" na região do deserto ocidental, cujo acesso está proibido.