Militantes do Taliban ataca base aérea no Paquistão; 42 mortos


Militantes do Taliban ataca base aérea no Paquistão; 42 mortos

Militantes armados do Taliban atacam base aérea no Paquistão; 42 mortos.

Homens armados do Taliban mataram 29 pessoas, incluindo 16 que estavam em oração em uma mesquita, após invadiram uma base da Força Aérea Paquistanesa nesta sexta-feira, disse um porta-voz militar, no maior ataque do Taliban a uma instalação militar na história do país.

Os 13 militantes do Taliban responsáveis pelo ataque também foram mortos na ação contra a base de Badaber, perto da cidade de Peshawar.

O ataque mostra que o Taliban mantém capacidade de lançar ataques devastadores, apesar de uma campanha militar e uma repressão do governo contra o grupo após o massacre de mais de 150 pessoas, na maioria crianças, em uma escola do Exército em dezembro passado.

Entre os mortos nessa sexta, 22 estavam servindo na Força Aérea do Paquistão, quatro eram civis e três eram soldados do Exército que responderam ao ataque, disse o general Asim Bajwa, em entrevista coletiva. Vinte e nove pessoas ficaram feridas, disse ele.

"O grupo terrorista usou duas entradas. Eles chegaram perto dos portões e desembarcaram de seus carros e, em seguida, usaram lançadores de foguetes e granadas e dispararam quando entraram", disse Bajwa, acrescentando que o ataque foi idealizado no Afeganistão.

A força de resposta chegou menos de 10 minutos depois e os agressores foram contidos perto das áreas onde entraram, disse ele. Mas ainda assim foram capazes de entrar na mesquita e matar 16 pessoas que estavam lá dentro, acrescentou.