Storytelling: Como contar histórias e construir a sua marca na internet


Como contar histórias de sucesso com Storytelling

Entenda como as técnicas de storytelling podem ajudar a construir a sua marca na internet.

Por mais que você acredite que storytelling é uma técnica nova, pela crescente exposição do termo na área de negócios, ela é mais antiga do que parece.

Se formos fieis ao conceito de storytelling tradicional, podemos remeter à era de Sócrates, Aristóteles, Platão e companhia limitada. Porém, o storytelling não era uma ferramenta de marketing naquela época.

Storytelling é a mais recente expressão do mundo dos negócios para aquilo que as artes fazem muito bem: contar histórias.

O storytelling, na sua concepção tradicional voltado ao teatro, mais precisamente, na construção de roteiros. A evolução das artes fez com que o storytelling fosse levado aos cinemas e, hoje em dia para a TV.

E até ao marketing e os negócios.

Mas, afinal o que é storytelling e como isso se aplica aos negócios?

Storytelling é um processo e não uma ferramenta.

Um processo que ajuda e criar belas histórias, despertando os gatilhos mentais – algo totalmente emocional – das pessoas para influenciá-los a tomar algum tipo de decisão.

Isso mesmo, estamos falando de uma ferramenta de persuasão para influenciar clientes a fazerem negócios com você.

Vamos abrir um pequeno parêntese aqui…

Há 2 gerações atrás, éramos influenciados por comerciais e ofertas que nos despertavam sentido de urgência: “compre agora e ganhe”, “só hoje”, “especial” e etc.

Hoje, nós somos influenciados por empresas que nos cativam, que geram empatia. Compramos Apple, Starbucks, Microsoft, Mercedes, e qualquer outra marca por nossa empatia com elas.

E, só geramos empatia com as pessoas chamando a sua atenção. Mas, para ganharmos a atenção temos que criar histórias que despertem gatilhos emocionais em leitores.

E o storytelling é o melhor processo de produção do conteúdo que podemos gerar e presentear a comunidade online.

Assim, já relacionamos o storytelling ao processo de criação de conteúdo, ao marketing de atenção, para captarmos a atenção dos clientes, além de uma ferramenta de persuasão, seja na internet, ou em qualquer canal que a sua empresa atue.

Portanto, o storytelling é mais um dos conceitos pegos emprestados pela administração de outras áreas, como estratégia (que veio das forças armadas), resiliência (da física) e outras menos populares.

Storytelling é a mais antiga forma de passar conhecimento através de gerações. 

Ela representa também como olhamos para diversos fatos e tomamos opiniões, já que somos influenciados por histórias e pela forma como as interpretamos.

Uma boa história é autêntica, criativa, faz uma conexão emocional e pessoal, inspira ação e leva o público a uma jornada de mudanças e transformações.

As pessoas que contam e acreditam em histórias iguais possuem valores semelhantes. A visão de mundo que temos é, simplesmente, uma coleção de histórias sobre fatos que acreditamos. Logo, uma boa história é fundamental para criar uma sensação de “nós”.

Histórias compartilhadas, valores compartilhados, visões de mundo compartilhadas. A ideia de pertencer a um grupo específico, uma tribo. Sem uma história, não há conflito, porque não é possível existir “nós” se não houver “eles”.

Storytelling no marketing e publicidade

Vivemos em uma era de excesso de informação, as pessoas são constantemente bombardeadas por propagandas e muitas empresas lutam pela atenção de um potencial consumidor/cliente. As pessoas criaram uma defesa, uma imunidade a muitas abordagens tradicionais. É neste contexto que o storytelling ganha uma importância vital. Isto porque contar uma história interessante é uma das maneiras mais eficazes de obter a atenção de alguém.

O storytelling consiste na partilha de uma história única e real de uma empresa ou de um produto, criando uma relação de proximidade entre a empresa e o cliente. Uma boa história revela a grande vantagem que a empresa em questão trouxe para a vida do consumidor.

O transmídia storytelling é um conceito que revela a transmissão de uma história em diferentes tipos de mídias, sabendo que as histórias têm que ser adequadas e contadas de formas diferentes dependendo dos diferentes tipos de mídia em questão.