França lança ataques contra alvos ISIS no leste da Síria


França lança ataques contra alvos ISIS no leste da Síria

Jatos franceses começaram a bombardear alvos ISIS no leste da Síria, esta noite, de acordo com o Ministério da Defesa da França, horas depois que a polícia nacional do país lançou uma caçada internacional por um suspeito "perigoso" procurado por envolvimento nos ataques de Paris.

O Ministério da Defesa francês disse que atacaram um posto de comando e um campo de treinamento terrorista, lançando 20 bombas na capital do ISIS em Raqqa, Síria. O primeiro alvo incluiu um posto de comando, centro de recrutamento jihadista e um armazém de armas, disse o ministério.

Dez caças franceses foram lançados simultaneamente dos Emirados Árabes Unidos e Jordânia em uma operação realizada em coordenação com comando militar americano, disse o Ministério da Defesa francês.

Ativistas em Raqqa disseram no Twitter que água e energia foram cortadas após os ataques aéreos.

Horas antes, a polícia nacional francesa disse que estava buscando Salah Abdeslam, um cidadão francês de 26 anos de idade, que nasceu em Bruxelas, por envolvimento nos ataques.

Os ataques em Paris, que deixou dezenas mortos e centenas de feridos foram preparados na Bélgica e os suspeitos receberam ajuda na França, o ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve disse hoje.

Um ataque teve lugar hoje no bairro de Bruxelles-Ville de Bruxelas, em conexão com os ataques de Paris, disse um oficial belga.