ISIS usou criptografia para se comunicar com terroristas em Paris


ISIS usou criptografia para se comunicar com terroristas em Paris

As comunicações do ISIS com os atacantes de Paris foram criptografadas, as autoridades francesas dizem. Enquanto o ex-diretor da CIA afirma Snowden "tem sangue em suas mãos".

A investigação sobre os ataques terroristas coordenados de sexta-feira tem rapidamente se transformado em evidências de que os membros do Estado Islâmico (ISIS) comunicaram-se com os atacantes da Síria usando comunicações criptografadas, de acordo com as autoridades francesas.

A utilização de comunicações criptografadas pelo ISIS levou vários ex-funcionários de inteligência e analistas de mídia a culparem o denunciante da NSA, Edward Snowden por revelar a capacidade de vigilância feita pelas agências de inteligência.

Bom a culpa parece um pouco rebuscada, uma vez que as organizações terroristas têm vindo a utilizar a criptografia por pelo menos 15 anos. Autoridades de inteligência dos EUA advertiram o governo francês há quase dois meses de que o ISIS estava planejando um ataque na França.

ISIS é conhecido por usar Telegram, um serviço de mensagens criado por Pavel Durov. O Telegram permite a criação de "canais" que podem ser usados ​​para transmitir mensagens e manter conversas em grupo com até 200 destinatários. Em outubro, o Instituto de Pesquisa de Mídia do Oriente Médio (MEMRI) informou que tanto ISIS e Al Qaeda tinha criado vários canais no Telegram para comunicações seguras para compartilhar arquivos com segurança, incluindo "tutoriais sobre fabricação de armas.