Mark Zuckerberg diz "não deixem que uma 'minoria de extremistas' espalhem o medo"


Mark Zuckerberg diz "não deixem que uma 'minoria de extremistas' espalhem o medo"

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg pediu otimismo na sequência de atentados na Nigéria e os ataques terroristas de Paris.

Mark, pediu aos membros da rede social para não deixarem que ataques terroristas em Paris e na Nigéria espalhem o medo sobre o mundo.

Em uma mensagem postada no Facebook, Zuckerberg disse que os usuários não deveriam "deixar que uma pequena minoria de extremistas deixassem você pessimista sobre o nosso futuro", e disse que a empresa estava "empenhada em fazer a nossa parte para ajudar as pessoas em mais uma dessas situações".

Ele veio depois Facebook ativou a Verificação de Segurança pela segunda vez em uma semana depois de um atentado suicida do Boko Haram na Nigéria que matou 32 pessoas e deixou 80 feridos.