RIP Samra Kesinovic...


Samra Kesinovic

Samra Kesinovic, de 17 anos de idade, inocente, fugiu da Áustria para se juntar às fileiras do Estado Islâmico, foi espancada até à morte ao tentar fugir da Síria.

Samra Kesinovic, de 17 anos de idade, jovem filha de refugiados bósnios que fugiram para a Áustria nos anos 90 depois de estalar a guerra no seu país. No ano passado, a família de Samra reportaram que ela e um amiga tinham desaparecido de Viena. Os pais chegaram a relatar que as jovens tinham deixado um bilhete onde se lia: “Não nos procurem. Vamos servir a Alá e vamos morrer por ele”.

Mais tarde foram localizadas viajando para a região de Adana, junto à fronteira da Síria, através da capital turca de Ancara. O destino era juntarem-se ao Estado Islâmico.

Durante o último ano, as duas garotas apareceram várias vezes em fotos com armas automáticas, vestindo véus islâmicos e utilizando símbolos, como bandeiras ou lenços, do autoproclamado Estado Islâmico. Há alguns meses, já tinham surgido notícias que davam conta que Selimovic tinha morrido em combate na Síria.

Numa das últimas vezes que tinha dado notícias, Samra chegou a afirmar, numa troca de mensagens com jornalistas da revista Paris Match, que “aqui posso ser realmente feliz. Posso praticar a minha religião. Não o podia fazer em Viena”.

Descanse em PAZ Samra.

RECOMENDADO: