Funcionário do Yandex roubou código fonte do motor de busca e tentou vender


Funcionário do Yandex roubou código fonte do motor de busca e tentou vender

Um funcionário da gigante da Internet russa Yandex, Dmitry Korobov, roubou o código-fonte do seu motor de busca e tentou vendê-lo no mercado negro para financiar a sua própria startup, de acordo com um relatório do jornal russo Kommersant.

O inquérito revelou que Korobov baixou um pedaço do software de codinome Arcadia dos servidores do Yandex, que continham o código fonte e algoritmos do motor de busca. Mais tarde, ele tentou vendê-lo para um varejista de eletrônicos chamada NIX, onde um amigo dele supostamente trabalhou. Korobov também fez um arrastão na darknet em busca de potenciais compradores.

Korobov colocou um preço surpreendentemente baixo do código e algoritmos, pedindo apenas US $ 25.000 e 250.000 rublos russos. Não há informações sobre a posição do Korobov dentro da empresa, mas parece que ele não estava ciente de que os dados que ele tinha em sua posse poderia valer muito mais.

De acordo com especialistas da indústria local, não é provável que os rivais diretos do Yandex como o Google ou Rambler, outra empresa de Internet da Rússia, estaria interessado no código fonte.

Um representante Yandex disse que o software em questão "é uma parte fundamental da nossa empresa, que estava relacionado diretamente ao motor de busca do Yandex, que é a principal fonte de renda da empresa."

À procura de um comprador, ele foi para fóruns de hackers na darknet e atraiu a atenção de Serviço de Segurança Federal da Rússia. Korobov foi preso quando foi para uma reunião com um comprador em potencial.

Yandex é o motor de busca mais popular na Rússia, onde a sua quota de mercado em novembro atingiu 57,2 por cento, em comparação com 35,2 por cento do Google. Ao longo dos últimos anos, a empresa vem tentando se expandir para o mercado de buscas turco, onde ele tinha uma quota de 7 por cento em outubro.

RECOMENDADO: