Hannibal filho do líder líbio Muammar Gaddafi foi sequestrado no Líbano


Hannibal filho do líder líbio Muammar Gaddafi foi sequestrado no Líbano

Segundo a imprensa local, Hannibal Gaddafi, filho do líder líbio Muammar Gaddafi foi sequestrado no Líbano. O sequestro ocorreu na capital de Beirute, e relatos sugerem que ele pode ter sido levado pelo Movimento Amal libanês.
O Amal foi fundado em 1975 como um braço militar do Movimento dos Desertores, um grupo político xiita fundado por Musa al-Sadr um ano antes. Tornou-se uma das mais importantes milícias muçulmanas xiitas durante a Guerra Civil Libanesa. O Movimento Amal cresceu com força com o apoio da Síria, com quem mantém laços até os dias atuais, e 300 mil refugiados internos xiitas ao sul do Líbano após os bombardeios israelenses no início de 1980. Os objetivos concretos do grupo foram: conquistar um maior respeito para a população xiita no cenário político Líbano e obter uma divisão da maior parcela de recursos governamentais para a maioria xiita que vive no sul do país. Após esse conflito, o Amal lutou em uma sangrenta batalha contra os seus concidadãos xiitas do grupo Hezbollah pelo controle de Beirute, que provocaram uma intervenção militar síria.

A TV local Al-Jadeed exibiu um vídeo onde um Gaddafi era golpeado na sexta-feira, na qual pede que qualquer pessoa com informações sobre Imam Moussa al-Sadr que venha para a luz. Al-Sadr é um clérigo xiita proeminente que foi sequestrado na Líbia há 37 anos.

Hannibal Gaddafi, é um empresário líbio, e quarto filho de Muammar Gaddafi e sua segunda esposa, Safia Farkash. Hannibal fugiu da capital Trípoli na Líbia em 2011, juntamente com outros membros da família Gaddafi, e mais tarde foi concedido asilo político em Omã.

Detalhes a seguir

RECOMENDADO: