Usuários do Twitter contra a Arábia Saudita!


Usuários do Twitter contra a Arábia Saudita!

Após ameaça de processo a usuário pelo governo saudita faz com que outros participantes da rede social se solidarizem e usem a hashtag #SueMeSaudi. Motivo do processo seria comparação do país ao "Estado Islâmico".

A hashtag #SueMeSaudi (me processe, Arábia Saudita) está sendo muito usada no Twitter depois que o Ministério da Justiça da Arábia Saudita afirmou que processaria um usuário da rede social por ter comparado o país ao grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI).

Um funcionário do ministério declarou ao jornal Al Riyadh, que é próximo do governo, que "o Ministério da Justiça vai processar a pessoa que descreveu a sentença de morte de um homem por apostasia como sendo algo 'típico do EI'".
"A única diferença entre o EI e a Arábia Saudita é que o EI não tem o apoio dos EUA. Ainda não. #SueMeSaudi", diz um tweet.
Não se sabe quem é o usuário, mas a notícia gerou duas novas hashtags: #SaudiArabiaIsISIS e #SueMeSaudi.

Comparar a Arábia Saudita ao grupo terrorista "Estado Islâmico" se tornou mais comum depois que o poeta palestino Ashraf Fayadh foi sentenciado à morte por "disseminar o ateísmo e desrespeitar o profeta" em novembro, mas foi a ameaça de ação legal contra o usuário do Twitter que encorajou outros usuários a desafiar abertamente o governo saudita.

"A Arábia Saudita diz que vai processar as pessoas, indicando que seu 'sistema' de Justiça é como o do EI. Decapitar o povo por apostasia significa que ele é mesmo. Então, #SueMeSaudi!", escreveu o usuário Micheal Marten.