Al Qaeda do Magreb Islâmico reivindica ataque ao hotel de Burkina Faso


Al Qaeda do Magreb Islâmico reivindica ataque a hotel de Burkina Faso

O ataque, reivindicado pela Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQIM), seria o primeiro ato praticado por militantes islâmicos na capital de Burkina Faso.

Homens armados invadiram cinco andares do Splendid Hotel na zona empresarial de Ouagadougou, queimando carros do lado de fora e disparando para o ar antes que as forças de segurança chegassem, levando a uma intensa troca de tiros.

A chefe de um hospital disse que pelo menos 20 pessoas foram mortas e outras 15 ficaram feridas no ataque em curso.

O ataque seria o primeiro na capital de Burkina por islamistas em um país que é diversificado em termos religiosos que tem uma população 60 por cento muçulmana, segundo dados do governo.

RECOMENDADO: