Leonardo DiCaprio não é o ator mais azarado do Oscar


Leonardo DiCaprio não é o ator mais azarado do Oscar

Desde seu papel como Jack Dawson no Titanic, em 1997, seu nome é conhecido por todos. Com apenas 41 anos, Leonardo DiCaprio já tem uma carreira impressionante atrás dele, depois de ter atuado diante das câmeras dos maiores diretores - Scorsese, Spielberg, Nolan Tarantino, entre outros - e que já recebeu todos os prêmios possíveis. Todos? Não, porque o Oscar ainda detém o ator norte-americano disso.


No entanto, Leonardo DiCaprio foi indicado cinco vezes. A primeira vez - ele tinha 19 anos - para um papel de apoio no filme Gilbert Grape, e seus papéis em O Aviador, Diamante de Sangue e O Lobo de Wall Street. Este ano, uma nova oportunidade é oferecida a ele com O Regresso, do mexicano Alejandro Gonzalez Iñarritu.

Leonardo DiCaprio não é, contudo, o ator que o Oscar mais ignorou. Glenn Close e atrizes Deborah Kerr foram chamados seis vezes e nunca receberam a estatueta dourada preciosa, quase igualando a Richard Burton, que ficou de mãos vazias, apesar de sete indicações.

O britânico Peter O'Toole (Lawrence da Arábia) continua a ser o mais azarado, já que ele foi indicado oito vezes, sem ser nomeado. Deborah Kerr e Peter O'Toole, finalmente, cada um receberam um Oscar em toda a sua carreira.