Para Luciano Huck negros devem ser tratados assim


Para Luciano Huck negros devem ser tratados assim

Reserva a marca, que tem Luciano Huck como sócio, fizeram uma campanha e foram acusados de racismo quando colocaram em sua vitrine do shopping Rio sul, na zona sul do Rio de Janeiro (RJ); manequins negros pendurados pelos pés; "Reserva. Sempre um mau gosto para montar vitrines e passar mensagens", escreveu uma das muitas pessoas nas redes sociais.

Luciano adora tirar vantagens, mesmo ferindo alguém.

Em abril de 2015, a marca colocou manequins com cabeças de veado e macaco e os dizeres "O preconceito está na sua cabeça". A campanha foi acusada, na época, de desmerecer negros e gays.