Sessão de selfies mata golfinho


Sessão de selfies mata golfinho

Uma foto que circula pelas redes sociais mostra uma cena chocante que ocorreu na praia de Santa Teresita, na Argentina. Um multidão está em volta de um homem que segura um filhote de golfinho.

Dezenas de pessoas, então, se aglomeraram para tocar o animal e tirar fotos com ele. Após toda a "festa", o golfinho morreu e foi abandonado na areia. O caso foi denunciado pela Fundação da Vida Selvagem da Argenitna. Em um comunicado, eles disseram que essa espécie pode viver até 20 anos, mas é muito vulnerável.

"A espécie Franciscana, como outras, não podem ficar muito tempo embaixo d'água. A pele dela contém uma camada grossa de gordura que retém o calor. Dessa forma, tirá-la da água pode causar uma rápida desidratação", informou o órgão.