A Coreia do Norte nega ataques a funcionários da Coreia do Sul


A Coreia do Norte nega ataques a funcionários da Coreia do Sul

A Coreia do Norte no domingo, negou que conduziu ataques cibernéticos contra funcionários da rival Coreia do Sul, chamando a acusação do Sul de "fabricação".

A agência de espionagem da Coreia do Sul disse aos legisladores na sexta-feira que a Coreia do Norte tinha recentemente intensificado os esforços de ataque cibernético contra o Sul e conseguiu cortar os telefones celulares de 40 funcionários de segurança nacional, de acordo com membros do parlamento que receberam um alerta de portas fechadas.

"O Sul está reivindicando o ataque cibernético do Norte e usando para sua própria finalidade política", um artigo de opinião no Rodong Sinmun, o jornal oficial do partido do governo da Coreia do Norte, disse no domingo.

Ele acusou o Sul de fazer a alegação de ataque cibernético, a fim de justificar uma nova controversa lei "anti-terrorismo".

A Coreia do Norte negou a acusação.