Áudio de ligação entre Lula e Dilma foi um tapa na cara do PT


Áudio de ligação entre Lula e Dilma foi um tapa na cara do PT

O teor de uma ligação entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula foi divulgada nesta quarta-feira (16), após o juiz Sérgio Moro retirar o sigilo de interceptações telefônicas de Lula.

Entre as conversas está um diálogo, gravado hoje, que incluiu o momento em que Dilma diz que o nomeou como ministro chefe da Casa Civil.
Áudio de ligação entre Lula e Dilma é um tapa na cara dos petistas

Conversa com Dilma
- Dilma: Alô
- Lula: Alô
- Dilma: Lula, deixa eu te falar uma coisa.
- Lula: Fala, querida. Ahn
- Dilma: Seguinte, eu tô mandando o 'Bessias' junto com o papel pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, que é o termo de posse, tá?!
- Lula: Uhum. Tá bom, tá bom.
- Dilma: Só isso, você espera aí que ele tá indo aí.
- Lula: Tá bom, eu tô aqui, fico aguardando.
- Dilma: Tá?!
- Lula: Tá bom.
- Dilma: Tchau.
- Lula: Tchau, querida.

O termo de posse ao qual a presidente se refere é ao termo que dá ao Lula o direito de ser empossado como ministro. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, os investigadores da Lava Jato analisaram a conversa como uma tentativa de Dilma em evitar uma possível prisão do ex-presidente, já que o juiz Moro não pode mandar prender ministro do Governo Federal porque eles possuem foro privilegiado.

A conversa gravada pela PF faz parte do inquérito que investiga a posse do sítio em Atibaia, no interior de São Paulo. No despacho em que libera as gravações, o juiz Sérgio Moro afirma que "pelo teor dos diálogos gravados, constata-se que o ex-Presidente já sabia ou pelo menos desconfiava de que estaria sendo interceptado pela Polícia Federal, comprometendo a espontaneidade e a credibilidade de diversos dos diálogos".