Dilma disse na terça-feira que não vai renunciar em qualquer circunstância


Dilma disse na terça-feira que não vai renunciar em qualquer circunstância

Dilma Rousseff disse na terça-feira que não vai renunciar em qualquer circunstância, porque ela não cometeu nenhum crime. Todo criminoso diz a mesma coisa.

Dilma pediu ao Supremo Tribunal para que ele permaneça imparcial na crise política que ameaçou derrubar o seu governo quando adversários tentar a todo o custo o impeachment no Congresso em meio a um escândalo de corrupção generalizada que atingiu seu círculo interno e do seu partido "enfraquecido".

"Eu nunca vou renunciar ao cargo em qualquer circunstância", disse a presidente em apuros.

Os grampos telefônicos entre Dilma e Lula contribuíram para as suspeitas de que ela havia designado seu mentor e antecessor como ministro para protegê-lo de Sergio Moro.

RECOMENDADO: