Google trabalha com a UNICEF para mapear a propagação do vírus Zika


Google trabalha com a UNICEF para mapear a propagação do vírus Zika

O Google disse nesta quinta-feira que seus engenheiros estavam trabalhando com a agência da ONU a UNICEF para analisar os dados em um esforço para mapear e antecipar a propagação do vírus Zika, ligada a defeitos congênitos em crianças no Brasil.


Google disse em comunicado que está fornecendo uma doação de 1 milhão de dólares para Fundo de Emergência das Nações Unidas para ajudar seus voluntários, principalmente na América Latina. A empresa norte-americana disse que também estava atualizando seus produtos para tornar as informações sobre Zika mais disponível.

O surto de Zika no Brasil, detectado pela primeira vez no ano passado, tem sido associada a 4.863 casos confirmados e suspeitos de microcefalia.

O vírus Zika, transmitida por mosquitos, está se espalhando rapidamente na América Latina, segundo a OMS, que no mês passado declarou o surto uma emergência de saúde global.