Radovan Karadzic, considerado culpado de genocídio


Radovan Karadzic, considerado culpado de genocídio

Radovan Karadzic, apelidado de "Carniceiro da Bósnia", foi condenado a 40 anos de prisão nesta quinta-feira após ser considerado culpado de genocídio e outros crimes contra a humanidade, especialmente devido ao seu envolvimento no Massacre de Srebrenica, sobre as atrocidades que as forças servo-bósnias cometeram durante a Guerra da Bósnia 1992-1995.

Karadzic, ex-líder da República Sérvia da Bósnia, é a figura política da mais alta patente a ser levado à justiça durante os conflitos étnicos amargos que eclodiram com o colapso da ex-Jugoslávia.