Andrade Gutierrez pagou reeleição de Dilma Rousseff com propina


 Andrade Gutierrez pagou reeleição de Dilma Rousseff com propina

Doações feitas pela Andrade Gutierrez à campanha de Dilma nas eleições de 2010 e 2014 foram provenientes de propina de obras superfaturadas da Petrobras e do sistema elétrico.

Em delação premiada entregue à Procuradoria-Geral da República (PGR), o ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, confirmou que as doações legais feitas pela Andrade Gutierrez à campanha de Dilma Rousseff e de seus aliados nas eleições de 2010 e 2014 foram provenientes de propina de obras superfaturadas da Petrobras e do sistema elétrico.

Notícias recentes - Rede Globo é implicada no escândalo do Panama Papers

Em 2014, a empresa informou ter doado R$ 20 milhões para o comitê da campanha de reeleição Dilma. Deste montante, metade (R$ 10 milhões) teria como origem a participação da Andrade Gutierrez em contratos de obras públicas. 

Segundo Azevedo, a propina que abasteceu a campanha tinha origem em contrato para execução de obras no Complexo Petroquímico do Rio, na usina nuclear de Angra 3 e a hidrelétrica de Belo Monte, obras que estão entre as dez principais do (PAC), principal cartão da administração petista.

A informação é do jornal Folha de S. Paulo.