Nicolás Maduro quebrou a Venezuela


Nicolás Maduro

Em um conto que destaca o caos da inflação desenfreada, Venezuela está lutando para imprimir novas notas com rapidez suficiente para acompanhar o ritmo acelerado do aumento dos preços. A maior parte do dinheiro, como quase tudo o mais no país exportador de petróleo, é importado. E com reservas em divisas a níveis perigosamente baixos, o banco central está distribuindo pagamentos tão lentamente para fornecedores estrangeiros que isso está ameaçando o futuro do país.

Venezuela, em outras palavras, se encontra tão quebrada que pode não ter dinheiro suficiente para pagar por seu dinheiro.

Este artigo é baseado em entrevistas com executivos de uma dúzia de indústrias, diplomatas e ex-funcionários, bem como documentos do banco central. Todas as empresas não quiseram comentar oficialmente; o banco central não respondeu aos inúmeros pedidos de entrevistas e comentários.

"É um caso sem precedentes na história de um país com uma inflação tão elevada que não se pode obter novas contas", disse José Guerra, um ex-diretor de pesquisa econômica do banco central.

A crise lança luz sobre a magnitude dos problemas financeiros do país e sua capacidade limitada para saná-las.

Venezuela com Maduro não funciona.