A maioria dos brasileiros queriam ver Dilma presa em Guantánamo


A maioria dos brasileiros queria ver Dilma presa em Guantánamo

A maioria dos brasileiros queriam ver Dilma presa em Guantánamo, não tenham dúvidas disso.

Durante seus cinco anos e meio no cargo, Dilma Rousseff presidiu a mais profunda recessão do país desde a década de trinta, e ainda foi colocada no meio de um escândalo de corrupção gigante.

Por mais de uma década, o Brasil, uma sociedade profundamente desigual, tem sido governada por líderes que afirmam falar e agir em nome dos pobres. Isso é terrorismo psicológico e terrorismo de Estado.

"Terrorismo de Estado consiste num regime de violência instaurado por um governo, em que o grupo político que detém o poder se utiliza do terror como instrumento de governabilidade."

Como muitos de seus partidários, Dilma Rousseff considera seu impeachment um golpe. Ela fez alusões à ditadura militar, durante o qual ela foi presa e torturada, mas usar seu passado como desculpa também é golpe.

A questão mais urgente agora, no entanto, diz respeito a ascensão de Michel Temer ao poder. Seu caminho para a Presidência pode ter seguido a lei, mas ele não foi eleito diretamente, e isso pode trazer consequências a longo prazo. Muitos temem que ele possa minar os avanços recentes do país contra a corrupção deixada pelo Partido dos Trabalhadores.

Temer tem um longo caminho pela frente.