Microsoft e LinkedIn: Juntos mudando a forma como o mundo funciona


Microsoft, LinkedIn, Michell Hilton, Hilton, Blog

De repente, senti desconforto. Eu não queria clicar no link, eu não queria ler o que eu pensei que eu iria ler. Eu apenas não estava pronto ... mas eu cliquei mesmo assim.

Microsoft estava comprando LinkedIn. Eu não posso dizer com certeza por quanto tempo eu fiquei na mesma página, mas se você ler o post do CEO do LinkedIn Jeff Weiner, você vai ver entender minha situação. Ouvi rumores de muitas pessoas, mas eu não acreditei. A cultura do LinkedIn, o tipo de empresa, Jeff realmente alcançou algo totalmente diferente e grande, mais do que Satya Nadella está fazendo pela Microsoft.

Quando eu li o post a imagem de George Lucas veio à minha mente quando ele vendeu a Lucasfilm para a Disney. Como um fã incondicional de Star Wars, fiquei desapontado. Levei muito tempo para processar e concordar com sua decisão, como se eu tivesse alguma coisa a ver com isso, e isso é a coisa: ser um grande fã, sendo tão imerso no mundo do Star Wars, eu senti que eu era parte dele, e de repente nosso Santuário seria vendido, as terras sagradas do Rancho Skywalker. Foi um caos!

LinkedIn vai se tornar parte da estratégia da Microsoft pelos próximos 10 anos, pelo menos. Sua plataforma de conteúdo e exclusivos algoritmos surpreendentes que conectam as pessoas com os negócios fez deles a rede social que é, de forma exponencial, a Microsoft vai conectar o mundo Cloud da empresa com o negócio real. E Satya sabe disso. Onde mais eles podem encontrar conteúdo gerado pelo usuário tão relevante que não seja no pulso do LinkedIn, ou a plataforma incrível Lynda que o LinkedIn está apenas começando a testar após a sua aquisição no ano passado?

Por que sou tão cético a esse tipo de aquisição?

Tem que haver uma razão para esta mudança, eu sei que há, claro, mas eu ficava me perguntando o que era. Olhei para o post de Jeff. De novo e de novo. Não consigo pensar os motivos para tal!

LinkedIn precisa crescer? Microsoft precisa olhar para além de plataformas e em conteúdo, finalmente? Não há como negar que esta pode ser uma combinação assassina.

Enquanto isso tudo o que posso fazer é esperar.