Erdogan manda prender 47 jornalistas na Turquia


Erdogan manda prender 47 jornalistas na Turquia - MichellHilton.com

Erdogan ordenou que outros 47 jornalistas fossem detidos na quarta-feira, um funcionário do governo disse, isso é parte de uma repressão aos apoiantes do clérigo muçulmano Fethullah Gulen, acusado por Ancara de planejar o golpe militar fracassado.

"As detenções de hoje é dirigido aos executivos e alguns funcionários, incluindo colunistas do (agora extinto) jornal Zaman, organização de mídia emblemática do movimento Gulen," o funcionário, falou sob condição de anonimato, a repórteres.

"Os promotores não estão interessados ​​sobre o que os colunistas individuais escreveram ou disseram. Neste ponto, o raciocínio é que os funcionários proeminentes da Zaman são susceptíveis de ter um conhecimento íntimo da rede Gulen e, como tal, poderiam beneficiar a investigação."

Os críticos de Tayyip Erdogan argumentam que ele está usando o fracassado golpe como um pretexto para calar a dissidência e apertar o controle do poder.

Autoridades desligaram o Zaman em março, parte de uma repressão aos supostos apoiantes Gulen. Eles fortemente aceleraram a repressão desde a tentativa de golpe, suspendendo, detendo ou colocando sob investigação mais de 60.000 soldados, policiais, professores, juízes, funcionários públicos e outros.