Erdogan proíbe 50.000 pessoas de deixar o país turco


Erdogan proibe 50.000 pessoas de deixar o país turco - MichellHilton.com

O governo de Erdogan cancelou os passaportes de cerca de 50.000 pessoas para impedi-los de deixar o país quando uma repressão sem limites continua na sequência da tentativa de golpe fracassado.

Muitos em seus países não querem desistir dele, assim como nós no Brasil. Há uma quantidade significativa de turcos que compartilham valores ocidentais e não acreditam que o autoritarismo de Erdogan define a Turquia, por isso não é apenas sobre os recursos ou a dificuldade de se mudar para um país estrangeiro, é também sobre o amor pelo país e de esperança para o futuro. O orgulho nacional e a democracia são muito mais forte quando são colocados juntos, então não importa o que Erdogan faça com o seu poder, sempre haverá turcos que ainda vivem na Turquia lutando pelos seus direitos.

Mais de 18.000 já foram detidos acusados pela tentativa de derrubar o Tayyip Erdogan, enquanto milhares de funcionários do governo estão sob investigação.

Erdogan está usando poderes do estado de emergência na Turquia para realizar uma ampla repressão aos supostos partidários do clérigo muçulmano exilado Fetullah Gulen, que vive em os EUA.

O governo de Erdogan há muito tempo perdeu seu lugar de esperança desde que se tornou claro que ele é um financiador e apoiante do ISIS.

http://www.independent.co.uk/news/world/europe/turkey-coup-attempt-erdogan-news-latest-government-cancels-50000-passports-amid-international-a7163961.html
Turquia há muito tempo perdeu seu lugar de esperança desde que se tornou claro que é um financiador prime e apoiante do ISIS e outros jihadistas muçulmanos.