Atentados na Tailândia tem como alvo cidades turísticas


Atentados na Tailândia - MichellHilton.com

Tailândia em alerta máximo na sequência de 13 atentados que mataram quatro pessoas e feriram 35 em cinco províncias do sul entre quarta-feira e sexta-feira.

Atacantes usando bombas incendiárias e explosivos caseiros atingiram uma série de cidades populares e de praia em toda a Tailândia. Pelo menos quatro pessoas foram mortas e dezenas de feridos, incluindo 11 estrangeiros.

Não estava claro quem estava por trás dos ataques de quinta-feira e sexta-feira, que se seguiu após um referendo bem-sucedido realizada na semana passada por uma nova constituição que os críticos dizem que vai reforçar o poder dos militares pelos próximos anos.

Os ataques ocorreram ao sul de Bangcoc - incluindo na praia de Patong na cidade turística de Phuket, e quatro na cidade estância de Hua Hin - parecendo um ataque projetado para desestabilizar a indústria do turismo, que proporciona renda vital para o governo.

Segundo a polícia, bombas incendiárias também desencadearam chamas em mercados e lojas em seis lugares, incluindo Phuket, Trang, Surat Thani, Phang Nga e uma loja de souvenirs na cidade turística de Ao Nang, Krabi.

A economia da Tailândia caiu desde que os militares tomaram o poder em um golpe de 2014.

Governos estrangeiros, incluindo os Estados Unidos, emitiram avisos na sexta-feira incitando os viajantes para que tomem cuidado e evitem as áreas afetadas.

A polícia disse que quatro dos turistas feridos foram eram da Alemanha, dois da Itália e um da Áustria. Holanda disse que quatro dos seus cidadãos, também ficaram feridos.

A polícia disse que está investigando todas as ligações e descartou a possibilidade de ataques arquitetados por grupos internacionais.

No domingo, os eleitores na Tailândia aprovaram um referendo sobre uma nova Constituição que deveria levar a uma eleição no próximo ano. Os críticos dizem que é antidemocrática e formada para manter os militares no controle por pelo menos mais cinco anos, mesmo que uma eleição livre fosse realizada.

http://www.bangkokpost.com/news/security/1059748/four-killed-on-deadly-day