Erdogan manda destruir livros e jornais após tentativa de golpe


Erdogan - MichellHilton.com

Ministério da Educação da Turquia pediu a escolas e bibliotecas que recolham e destruam um catálogo de obras ligadas ao clérigo baseada nos Estados Unidos Fethullah Gulen, a quem o governo responsabiliza por orquestrar a tentativa de golpe de Estado no mês passado, informou a imprensa turca.

Uma carta para as instituições de ensino datado de 09 de agosto, publicado pelo site de notícias turca Duvar, coloca a proibição de obras de 29 editoras, além de 15 revistas e 45 jornais diários e solicita que as escolas confisquem ou destruam quaisquer cópias.

Eu não ficaria surpreso ao descobrir que entre a lista de livros estava Orwell.

Não vamos misturar os ingredientes, mas algo verdadeiramente terrível está por vir. A Turquia é uma nação industrializada moderna com fortes alianças militares. Eles estão situados em um campo minado geopolítico, uma parte central do mundo onde religiões, culturas e continentes colidem.

Eu acredito que o que vai acontecer na Turquia ao longo dos próximos anos irá quase certamente ser ensinado nas aulas de história no próximo século.

RECOMENDADO: