Kim Dotcom vai buscar revisão de uma decisão do Tribunal Federal dos EUA


Kim Dotcom - MichellHilton.com

Kim Dotcom vai buscar revisão de uma decisão do Tribunal Federal que rejeitou sua tentativa de rever sua fortuna que foi detida em Hong Kong e Nova Zelândia, disse seu advogado.

Três juízes do Tribunal de Apelações dos EUA decidiram na sexta-feira que Dotcom não conseguiu recuperar seus ativos porque permanece fora dos EUA, ele é considerado um fugitivo.

O advogado de Dotcom Ira P. Rothken disse que seu cliente iria buscar uma revisão da decisão e, se necessário, apresentar uma petição ao Supremo Tribunal Federal.

Dotcom respondeu à decisão do Tribunal Federal no Twitter.

"Será que eles pensam que podem separar-me de meus filhos sem lutar? Eu luto seus corruptos, palhaços do império norte-americano, luto durante todo o dia, todos os dias. Sem nem mesmo ficar cansado."

Autoridades dos EUA dizem que Dotcom e três executivos do Megaupload co-acusados ​​custaram aos estúdios de cinema e gravadoras mais de 500 milhões e geraram mais de 175 milhões de dólares em lucros, incentivando os usuários que pagam para armazenar e compartilhar o material com direitos autorais, como filmes, música e programas de TV.