Turquia de Erdogan vai libertar 38 mil presos


Turquia de Erdogan vai libertar 38 mil presos - MichellHilton.com

Turquia emitiu um decreto abrindo o caminho para a libertação de 38.000 prisioneiros em um movimento perigoso e aparente para deixar o espaço livre na cadeia para os milhares de presos do suposto golpe fracassado do mês passado.

O decreto permite a libertação de presos perigosos que têm dois anos ou menos para terminar suas penas de prisão. Alguns prisioneiros são excluídos: os condenadas por crimes contra o Estado.

As medidas não se aplicam para os crimes cometidos depois de 1 de Julho.

O ministro da Justiça, Bekir Bozdag, disse que a medida levaria à liberação de 38 mil pessoas, acrescentando que não era um indulto ou amnistia, mas uma libertação condicional para os criminosos.

O governo Erdogan lançou uma perseguição massiva aos apoiantes de Fethullah Gulen nos dias após a tentativa de golpe fracassado. Cerca de 35.000 pessoas foram detidas para interrogatórios e mais de 17.000 delas vão ser julgadas, incluindo soldados, policiais, juízes, jornalistas e professores.

RECOMENDADO: