A guerra termina na Colômbia


A guerra termina na Colômbia - MichellHilton.com

O presidente colombiano Juan Manuel Santos e Rodrigo Londoño das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) vão assinar o acordo final terminando mais de meio século de conflito no país colombiano o que causou a perda de 260.000 vidas.

Chefes de Estado da região são aguardados, assim como o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e o secretário de Estado americano, John Kerry.

O acordo contempla o abandono das armas pela guerrilha e sua transformação em movimento político. A nova agremiação política deve ocupar dez assentos no Congresso.

Após a assinatura, o pacto deverá ser referendado pelos colombianos num plebiscito marcado para o próximo dia 2 de outubro. Todas as pesquisas projetam a vitória do “sim” na consulta popular.