Moradores de Hangzhou saíram de férias subsidiadas antes da cúpula do G20


G20

Mais de 2 milhões de moradores da cidade chinesa de Hangzhou saíram de férias subsidiadas antes da cúpula do G20. O governo distribuiu cupons de viagem no valor de mais de 1,5 bilhão de dólares e entrada gratuita em pontos de interesse turístico em toda a China para os residentes da cidade.

Tudo isso visa incentivar os moradores da cidade a visitarem atrações turísticas em outros lugares e para reduzir o congestionamento do tráfego. A produção em fábricas em um raio de 300 km em torno da cidade também foi suspenso garantindo céu azul claro para o evento.

Aparentemente, o governo não quer que os civis fiquem em torno do local onde acontece o G20, turistas, especialmente estrangeiros.

Nenhum turista cometeria o erro de ir a uma cidade que hospeda uma reunião do G20.

RECOMENDADO: