EUA devem parar de insistir em uma mudança de regime na Síria


Estados Unidos e Rússia não chegam a um acordo sobre Síria no G20

Os Estados Unidos devem parar de insistir em uma mudança de regime na Síria, se quiserem chegar a um acordo com a Rússia para realizar a paz no país árabe, analista sugere.

O presidente dos EUA Barack Obama eo presidente russo, Vladimir Putin reuniu-se à margem da cimeira do G20 em Hangzhou, China, na segunda-feira para chegar a um acordo sobre a situação no país muçulmano devastado pela guerra, mas sem sucesso.

Obama falou das "graves diferenças com os russos em termos de ambos os partidos que apoiamos, mas também o processo que é necessário para trazer a paz na Síria."

"Qual é o futuro da Síria? Os Estados Unidos insistem na mudança de regime; Assad deve sair, e, claro, os russos não vão aceitar isso", disse o analista baseado em Washington, expressando pessimismo sobre "qualquer tipo de acordo que possa ser alcançado entre os dois lados desde que a administração Obama insista em um objetivo irrealista e, francamente ilegítimo de mudança de regime".

Manchetes sobre o assunto: