Civis em Mosul correm sérios riscos de vida


A atual situação humanitária no Iraque é difícil. Há mais de três milhões de pessoas deslocadas em todo o país

A operação em Mosul pode colocar em risco a vida de centenas de milhares de civis que residem na cidade.

Mosul é a segunda maior cidade do Iraque. A sua libertação é uma parte importante da operação militar conduzida pelas forças iraquianas e as forças curdas para limpar o país de terroristas. A cidade foi tomada pelo EI em 2014, juntamente com uma série de outras cidades e vilas iraquianas ao norte e oeste. De acordo com relatos da mídia, no momento há pelo menos 10.000 militantes do Estado Islâmico na cidade, incluindo 2.000 combatentes estrangeiros recrutados.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) alertou todas as partes envolvidas na ofensiva que eles deveriam separar civis e alvos militares. 

A atual situação humanitária no Iraque é difícil. Há mais de três milhões de pessoas deslocadas em todo o país.