Confrontos retornam em Aleppo


Os confrontos entre as forças do regime de Damasco e os rebeldes retornaram à cidade síria de Aleppo, após o fim de uma trégua "humanitária" de três dias decretada pela Rússia que não permitiu a retirada de quase nenhum ferido dos bairros cercados

Os confrontos entre as forças do regime de Damasco e os rebeldes retornaram à cidade síria de Aleppo, após o fim de uma trégua "humanitária" de três dias decretada pela Rússia que não permitiu a retirada de quase nenhum ferido dos bairros cercados.

Na madrugada de sábado para domingo, vários foguetes foram lançados contra os bairros da zona oeste de Aleppo, controlados pelo governo, ao mesmo tempo que tiros e bombardeios aéreos atingiram as áreas rebeldes da zona leste da cidade, indicou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Ao menos três pessoas ficaram feridas, de acordo com a ONG. "O regime e os rebeldes reforçaram os efetivos militares, o que provoca o nosso temor, no caso de fracasso do cessar-fogo, de uma grande operação militar", advertiu Abdel Rahman, diretor do OSDH no sábado.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Confrontos retornam à cidade síria de Aleppo após trégua inútil