Estado Islâmico usa escudos humanos no Iraque


Combatentes do grupo Estado Islâmico (EI) retiveram civis para impedir que abandonem a cidade de Mosul e os estão usando como escudos humanos, no segundo dia de batalha pelo controle desta cidade do norte do Iraque, informou nesta terça-feira (19) o Pentágono

Combatentes do grupo Estado Islâmico (EI) retiveram civis para impedir que abandonem a cidade de Mosul e os estão usando como escudos humanos, no segundo dia de batalha pelo controle desta cidade do norte do Iraque, informou nesta terça-feira (19) o Pentágono.

"Sabemos que os estão usando como escudos humano", afirmou o porta-voz do Pentágono, capitão de navio Davis. "Estão retidos contra a sua vontade. Não vimos nenhuma mudança no último dia, de gente fugindo ou abandonando" a cidade, acrescentou.

A declaração do Pentágono é feita depois que a Organização Internacional para as Migrações (OIM) ter afirmado nesta terça temer que dezenas de milhares de civis sejam usados como escudos humanos pelos combatentes do EI.