EUA está usando base aérea na Tunísia para voar drones na Líbia


Forças militares dos EUA estão usando secretamente uma base aérea na Tunísia para fazer operações com aviões não tripulados e reunir informações da Líbia, rica em petróleo, dizem as autoridades

Forças militares dos EUA estão usando secretamente uma base aérea na Tunísia para fazer operações com aviões não tripulados e reunir informações da Líbia, rica em petróleo, dizem as autoridades.

O anúncio foi feito por fontes anônimas citadas em um relatório do Washington Post na quarta-feira.

Líbia tem-se esforçado para conter os terroristas do ISIS, que começaram a expandir a sua presença no país após a derrubada e morte do ditador, Muammar Gaddafi, em 2011.

A base é usada desde o final de junho, em um suposto esforço para apoiar a luta do governo da Líbia contra os terroristas atualmente no controle do norte da cidade de Sirte.

Os EUA também tem vindo a utilizar bases no Níger e Djibouti.

Os funcionários também afirmaram que os drones estavam desarmados e a tarefa era a de recolha de informações, acrescentando, que poderia ser armados no futuro.

A razão para manter o uso da base aérea em segredo é parte dos esforços da administração Obama de não prejudicar a "jovem democracia" na Tunísia, como relatou o Washington Post.

O governo da Tunísia ainda não emitiu uma possível resposta ao relatório.