Forças iraquianas se aproximam de Mosul

Forças iraquianas seguiam em direção a uma cidade ao sul de Mosul neste sábado, depois que combatentes do Estado Islâmico fugiram usando civis como escudos humanos

Forças iraquianas seguiam em direção a uma cidade ao sul de Mosul neste sábado, depois que combatentes do Estado Islâmico fugiram usando civis como escudos humanos. Enquanto isso, milícias xiitas sancionadas pelo Estado se juntaram à ofensiva, abrindo uma nova frente a oeste.

Tropas iraquianas que se aproximavam de Mosul pelo sul avançaram para Shura, depois de uma onda de ataques aéreos liderados pelos EUA e bombardeios de artilharia contra posições de militantes dentro da cidade. Comandantes disseram que a maioria dos combatentes do Estado Islâmico bateu em retirada no início da semana levando os civis, mas que os ataques aéreos norte-americanos interromperam a marcha forçada, permitindo que alguns civis escapassem. "Depois de todo esse bombardeio, não acho que vamos enfrentar muita resistência", disse um major do exército iraquiano, general Najim al-Jabouri. "Isso é fácil, porque já não existem civis", acrescentou. "O grande desafio para nós é sempre a existência de civis".

O tenente-coronel Hussein Nazim, da Polícia Federal militarizada, que está liderando o avanço a partir do sul, disse que alguns civis, principalmente idosos e doentes, podem ainda estar na cidade, mas que o uso de artilharia pesada e ataques aéreos eram uma tática padrão. "Temos de atacar antes de nos mover, ou seremos presa fácil para Daesh", disse, usando um acrônimo em árabe para Estado Islâmico.


Comentários ligados Ocultar