Ericsson em queda livre


A crise na Ericsson se aprofundou nesta quarta-feira, quando a maior fabricante mundial de equipamentos de rede móvel relatou uma queda de 94 por cento no lucro operacional do terceiro trimestre e vendas em queda

A crise na Ericsson se aprofundou nesta quarta-feira, quando a maior fabricante mundial de equipamentos de rede móvel relatou uma queda de 94 por cento no lucro operacional do terceiro trimestre e vendas em queda.

A empresa sueca está tendo dificuldade com a queda nos gastos da empresas de telecomunicações, a nova tecnologia 5G ainda distante muitos anos e a concorrência acirrada da finlandesa Nokia e da chinesa Huawei.

A Ericsson informou que seu lucro operacional do terceiro trimestre despencou dos 5,1 bilhões de coroas de um ano atrás para 300 milhões (34,8 milhões de dólares), incluindo gastos de reestruturação de 1,3 bilhão de coroas.