Maduro aumenta salário mínimo em 40 por cento


O presidente venezuelano Nicolás Maduro aumentou o salário mínimo de seu país em 40 por cento, prometendo manter os aumentos salariais acima da inflação

O presidente venezuelano Nicolás Maduro aumentou o salário mínimo de seu país em 40 por cento, prometendo manter os aumentos salariais acima da inflação.

"Eu decidi realizar o quarto aumento de salário do ano, a partir 01 de novembro", disse Maduro.

Maduro continuou afirmando que seu governo já aumentou os salários dos trabalhadores em 454 por cento este ano, que é "realmente muito mais do que a inflação".

O Banco Central da Venezuela não divulgou dados oficiais de inflação desde o início do ano, embora a maioria das estimativas independentes sugerem que a inflação de 2016 poderia estar entre 50-200 por cento.

A oposição condenou o aumento do salário.

Venezuela tem estado atolada na crise há mais de um ano, com a escassez de bens de consumo e os mais altos níveis de inflação em mais de uma década.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Na véspera de greve geral convocada por oposição, Maduro aumenta salário mínimo em 40%