'Obama pode ir para o inferno', diz Presidente das Filipinas Rodrigo Duterte


Presidente das Filipinas Rodrigo Duterte

Presidente Rodrigo Duterte das Filipinas reclamou na terça-feira que Washington estava se recusando a vender armas a seu governo e disse que o presidente Obama "pode ir para o inferno."

Duterte, que tem estado irritado com as críticas de sua campanha mortal contra os usuários de drogas, ameaçou comprar armas da China e Rússia.

Duterte, que assumiu o cargo em 30 de junho, começou uma guerra contra as drogas que já custou cerca de 3.000 vidas de traficantes, as autoridades filipinas dizem. Muitos dos mortos eram pessoas envolvidas com o tráfico de drogas que foram mortas a tiros por desconhecidos nas ruas. A polícia diz que eles mataram mais de 1.200 vendedores de drogas e usuários que resistiram à prisão.