A vida de 'rei' do ex-governador Sérgio Cabral


Parece que a vida começa a ficar realmente difícil para Sérgio Cabral

Parece que a vida começa a ficar realmente difícil para Sérgio Cabral. O MPF encontrou diversos e-mails do ex-governador do Rio e sua secretária, Luciana Rodrigues, indicando saques em espécie e compra de obras de arte.

O ex-governador é suspeito de desvios em obras do governo estadual feitas com recursos federais. Ele é acusado de receber propina de empreiteiras, como Andrade Gutierrez e Carioca Engenharia. O prejuízo é estimado em mais de 220 milhões de reais.

Além do ex-governador, outras nove pessoas foram presas. Segundo o MPF, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) recebia "mesadas" entre R$ 200 mil e R$ 500 mil de empreiteiras, segundo procuradores das forças-tarefa da Lava Jato do Rio e no Paraná. Cabral e mais oito foram presos nesta quinta-feira (17) na Operação Calicute, por suspeita de desvios em obras do governo estadual feitas com recursos federais.

Veja lista dos itens adquiridos com dinheiro de propina:

- Seis vestidos de festa para Adriana Ancelmo
- Uma lancha avaliada em R$ 5 milhões
- Um helicóptero
- Uma motoaquática
- Diversas obras de arte
- Joias
- Móveis de escritórios
- Equipamentos e máquinas agrícolas
- Automóveis
- Blindagem de carros